Loading...

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Café da manhã no McDonald's



Esta é uma bela história e é também uma história real, por favor, leia-a até o fim! (Após o final da história, alguns fatos bastante interessantes!)
Sou mãe de três crianças (14, 12 e 3 anos) e recentemente terminei a minha faculdade.
A última aula que assisti foi de sociologia....
O professor dava as aulas de uma maneira inspiradora, de uma maneira que eu gostaria que todos os seres humanos também pudessem ser.
O último projeto do curso era simplesmente chamado "Sorrir"...
A classe foi orientada a sair e sorrir para três estranhos e documentar suas reações...
Sou uma pessoa bastante amigável e normalmente sorrio para todos e digo oi de qualquer forma. Então, achei que isto seria muito tranquilo para mim...
Após o trabalho ser passado para nós, fui com meu marido e o mais novo de meus filhos numa manhã fria de Março ao McDonald's.
Foi apenas uma maneira de passarmos um tempo agradável com o nosso filho...
Estávamos esperando na fila para sermos atendidos, quando de repente todos a nosso redor começaram a ir para trás, e então o meu marido também fez o mesmo...
Não me movi um centímetro... Um sentimento arrebatador de pânico tomou conta de mim, e me virei para ver a razão pela qual todos se afastaram...
Quando me virei, senti um cheiro muito forte de uma pessoa que não toma banho há muitos dias, e lá estava na fila dois pobres sem-teto.
Quando eu olhei ao pobre coitado, próximo a mim, ele estava "sorrindo"...
Seus olhos azuis estavam cheios da Luz de Deus, pois ele estava buscando apenas aceitação...
Ele disse, Bom dia!, enquanto contava as poucas moedas que ele tinha amealhado...
O segundo homem tremia suas mãos, e ficou atrás de seu amigo... Eu percebi que o segundo homem tinha problemas mentais e o senhor de olhos azuis era sua salvação..
Eu segurei minhas lágrimas, enquanto estava lá, parada, olhando para os dois...
A jovem mulher no balcão perguntou-os o que eles queriam...
Ele disse, "Café já está bom, por favor...", pois era tudo o que eles podiam comprar com as poucas moedas que possuiam... (Se eles quisessem apenas se sentar no restaurante para se esquentar naquela fria manhã de março, deveriam comprar algo. Ele apenas queria se esquentar)...
Então eu realmente sucumbi àquele momento, quase abraçando o pequeno senhor de olhos azuis...
Foi aí que notei que todos os olhos no restaurante estavam sobre mim, julgando cada pequena ação minha...
Eu sorri e pedi à moça no balcão que me desse mais duas refeições de café da manhã em uma bandeja separada...
Então, olhei em volta e vi a mesa em que os dois homens se sentaram para descansar... Coloquei a bandeja na mesa e coloquei minha mão sobre a mão do senhor de olhos azuis...
Ele olhou para mim, com lágrimas nos olhos e me disse, "Obrigado!!"
Eu me inclinei, acariciei sua mão e disse "Não fui eu quem fiz isto por você, Deus está aqui trabalhando através de mim para dar a você esperança!!"
Comecei a chorar enquanto me afastava deles para sentar com meu marido e meu filho... Quando eu me sentei, meu marido sorriu para mim e me disse, "Esta é a razão pela qual Deus me deu você, querida, para que eu pudesse ter esperança!!"...
Seguramos nossas mãos por um momento, e sabíamos que pudemos dar aos outros hoje algo pois Deus nos tem dado muito.....
Nós não vamos muito à Igreja, porém acreditamos em Deus...
Aquele dia, me foi mostrada a Luz do Doce Amor de Deus..
Retornei à aula na faculdade, na última noite de aula, com esta história em minhas mãos.
Eu entreguei "meu projeto" ao professor e ele o leu...
E então, ele me perguntou: "Posso dividir isto com a classe?"
Eu consenti enquanto ele chamava a atenção da classe para o assunto...
Ele começou a ler o projeto para a classe e aí percebi que como seres humanos e como partes de Deus nós dividimos esta necessidade de curarmos pessoas e de sermos curados...
Do meu jeito, eu consegui tocar algumas pessoas no McDonald's, meu filho e o professor, e cada alma que dividia a classe comigo na última noite que passei como estudante universitária...
Eu me graduei com uma das maiores lições que certamente aprenderei:

ACEITAÇÃO INCONDICIONAL.

Que muito amor e muita compaixão seja enviada a todos que lerem esta mensagem e aprenderem a:

AMAR AS PESSOAS E USAR AS COISAS

E NÃO AMAR AS COISAS E USAR AS PESSOAS...


Autor desconhecido

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Cuidado com o mito da igreja perfeita


Há um mito recorrente no meio evangélico que precisa ser esclarecido sob pena de muitos viverem docemente sua ilusão, o qual lhe trará muitos prejuízos espirituais. Falo do mito da igreja perfeita. Ou seja, cristãos que acreditam piamente que a "sua" igreja é perfeita. Que é a que mais segue perfeitamente o que a Bíblia diz. E digladiam-se com outros conservos seus por causa disto, causando muitos malefícios e atrasos para o avanço do Reino de Deus.

O orgulho religioso é a pior espécie de orgulho que pode existir. É um contrasenso falar-se de alguém que seja crente em Jesus Cristo, salvo, lavado e remido por Seu sangue e que seja possuidor de uma incrível arrogância porque pertence a igreja "A". Ele é convicto de que a igreja "A", a sua querida igreja, igreja de sua infância, igreja onde casou, onde seus filhos nasceram e foram apresentados, igreja onde agora exerce seu diaconato, é a igreja que Deus idealizou para Seus filhos. Possui a melhor liturgia, a melhor "doutrina", os melhores cânticos, os cantores melhores estão ali, o seu pastor é o grande homem de Deus na cidade, enfim, o lugar da benção de Deus é ali.

Mas este hipotético crente, em seu lugar de trabalho, mantém a amizade com outro igualmente irmão em Cristo que pertence à igreja "B". Este seu amigo fala maravilhas de sua igreja. Que culto abençoado. Que cânticos maravilhosos. Que testemunhos de vida. Que mocidade laboriosa. E que poder do Espírito Santo opera ali. Ali, na igreja "B" realmente, é o lugar da benção divina. é o melhor lugar onde o crente pode estar. A igreja melhor na história daquele município. Não sabe este irmão como o seu conservo e companheiro de trabalho pode continuar naquela igreja, qual o nome mesmo? Ah, a igreja "A" sendo que na igreja "B" o "pasto" é de superior qualidade para as "ovelhas". Afinal, o pastor ali é mais ungido não é?

Acontece que o encarregado deste dois irmãos, é membro da igreja "C". E, como chefe imediato deles, todas as manhãs distribui as tarefas da seção onde trabalham. E aproveita os momentos iniciais antes de iniciarem o turno, ou nos intervalos de almoço e lanche, para falar maravilhas de sua igreja. Para ele, não há igreja melhor na cidade que a igreja "C". Ganha disparado das outras em todos os quesitos. Com um detalhe a mais: recentemente inauguraram um templo. Um templo não: Um templaço! Afinal, como esta igreja, além de ser nota 10 em todos os quesitos, é também uma igreja altamente "marketeira". E igualmente utiliza as últimas novidades em mídia eletrônica. Estação de rádio própria, canal de TV, site na web. Liturgia, pregação, música, liderança, enfim, em tudo que se possa imaginar, o crente membro daquela comunidade pode verdadeiramente se "orgulhar" de que pertence à verdadeira igreja do Senhor porque tudo lá "é do bom e do melhor", afinal, "eles são filhos do Rei". Estão inteiramente convencidos que as duas horas de culto ali é um verdadeiro "show", um verdadeiro megaevento que não é comparável a qualquer culto dessas "igrejinhas" de periferia.

Afinal, o que faz alguém pensar que a sua igreja é a melhor do "pedaço"? O que leva um cristão a alimentar tal vaidade em relação às outras igrejas e denominações? Tais irmãos sofrem da "síndrome do tubo". Acreditam que Deus só olha para eles lá do céu através de um tubo comprido, com Seu olhar concentrado sobre eles de tal forma que os outros grupos, outras igrejas, estariam fora deste Seu "especial cuidado". Miseravelmente, muitos acreditam que a coisa se dá desta forma. Deus não estaria se lixando com os outros, porque eles não procedem em conformidade com Sua vontade. Claro, vontade que se expressa em tudo o que se relaciona com o seu próprio "abençoado" e "eleito" grupo.

Não é considerada por nenhuma das hipotéticas igrejas relatadas, a passagem de Efésios 4.1-6: "Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós."

Também não devem considerar o que Jesus disse para João que dissera: "Mestre, vimos um que em teu nome expulsava os demônios, e lho proibimos porque não te segue conosco. E Jesus lhes disse: Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós" (Lc 9.49,50).

E muito menos outra instrução de Paulo, desta feita em 1Coríntios 12.12-14: "Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos." E na continuidade destes versículos, Paulo faz uma maravilhosa analogia entre os membros do corpo humano e os membros do Corpo de Cristo, a Igreja, ajudando ainda mais a compreendermos a mistificação que muitos fazem de se acharem a verdadeira igreja.

O Novo Testamento deixa de forma clara e irredutível a certeza a todos os crentes de que a igreja em que estão NÃO É A VERDADEIRA E A ÚNICA IGREJA! Todo aquele que faz tal afirmação estapafúrdia, não compreende a natureza da verdadeira igreja de Deus. Infelizmente, em seu aspecto puramente humano, a Igreja de Jesus sofre com divisões e contendas que conspiram contra sua verdadeira natureza. Mas o que nos causa espécie é o fato indubitável de que, mesmo assim, o Senhor da Igreja age, mesmo em meio às dúbias posturas humanas. O Senhor age mesmo em meio às vaidades e atitudes mesquinhas de seus servos.

Fica o apelo para que possamos discernir, em espírito de oração e com a Palavra de Deus em mãos, tendo o Espírito Santo como supremo intérprete, todas as questões que se possam levantar no que tange à missão da Igreja no mundo. Se houver uma ampla abertura para o agir do Senhor no seio da Sua Igreja, se ela caminhar inteiramente sob Sua direção e não segundo diretrizes humanas e discutíveis, muito do que vemos hoje será assunto do passado.

É certo que há diferenças entre os cristãos. Muitas diferenças. Mas há um núcleo central que os une. Há um elo inquebrantável: Jesus Cristo. Aprendamos com Ele, que ainda é o SENHOR DE SUA IGREJA. Aquele que estabeleceu o colégio apostólico com homens bem diferentes entre si. E que durante três anos lhes ensinou como deveriam andar, posto que seguidores Seus.

Cuidado com o mito da igreja perfeita. Cuidado com esta mentira diabólica. A igreja perfeita? É a que vemos, igreja triunfante e gloriosa, descrita em Hebreus 12.23: "À universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados."

Meus irmãos, aí está a igreja perfeita. Aqui na terra? Pretensões espúrias e diabólicas. Vaidades lamentáveis de cristãos que não conhecem a natureza da igreja de Cristo.

Pense nisso.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A oração de Jabez

“Porque Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Se me abençoares muitíssimo, e meus termos ampliares, e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja afligido! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido.” I Crônicas 4:10

Jabez era descendente da tribo de Judá e em sua oração pediu a bênção de Deus, o alargamento de suas fronteiras, a preservação contra o mar e que não lhe sobreviesse nenhuma aflição.
Deus concedeu o que  tinha pedido porque pediu em acordo com a Sua vontade.
"E essa é a confiança que temos para com ele: que se pedirmos alguma coisa segundo a Sua vontade Ele nos ouve." 1 João 5:14
As condições bíblicas de oração são: 1- A petição de ver ser feita segundo a vontade de Deus. "Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração" Salmos 37:4.
2 - A petição deve ser feita em Nome de Cristo. "Naquele dia, nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo: se pedires alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu Nome. Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa" João 16:23-24. 3 - A petição deve ser feita para a glória de Deus. "pedis e não recebereis, porque pedis mal, para esbanjares em vossos prazeres." Tiago 4:3.
4 -  Aquele que pede presisa ser lavado dos pecados. "Subsiste as alturas, levaste cativo o cativeiro; recebeste homens par dádivas, até mesmo rebeldes, para que o Senhor Deus habite no meio deles." Salmos 68:18. 5 -  Aquele que pede precisa ser perdoado e estar pronto a perdoar outros. " E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai para que vosso Pai celestial vos abençoe as vossas ofensas." marcos 11:25. 6 - Aquele que pede precisa crer nas promessas. " Se porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa." Tiago 1:5-7.     7 - Aquele que pede precisa guardar os Seus mandamentos. "e aquilo que pedimos Dele recebemos, porque guardamos os Seus mandamentos e fazemos diante Dele e que Lhe é agradável," 1João 3:22. "Se permanecerdes em Mim, e as minhas palavras permaneceres em voz, pedireis o que quiserdes, e vos será feito." João 15:7.
As exigências da oração são: Fé em Deus - não em nós mesmos. "Ao que Jesus lhes disse: Tende fé em Deus. "Marcos 11:22. Fé superior às dúvidas. "porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Erga-se e lança-se no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele." Marcos 11:23. Petição. "Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebeste, e será assim convosco." marcos 11:24. Perdão para com todos os que nos ofenderem. " e perdoa-nos as nossas dúvidas assim como temos perdoado aos vossos devedores," Mateus 6:12.

                                                                                                      Rodirlei Vasconcelos

O embaraço e o pecado na vida do discípulo



Hebreus 12.1: “Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta.”
Vamos discorrer sobre duas coisas que ocorrem em nossas vidas de seguidores de Jesus e que merecem uma atenção concentrada: embaraço e pecado.
O que seria o embaraço para o discípulo de Jesus? A versão que utilizamos a ACF - Almeida Corrigida e Fiel faz uso deste termo que na Almeida Revista e Atualizada (ARA) é peso, na Nova Versão Internacional (NVI) e na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) é usada a expressão tudo o que nos atrapalha, e na Almeida Séc. 21 usa-se tudo o que nos impede de prosseguir.
Estes exemplos podem nos ajudar a compreender o que o autor da epístola aos Hebreus quis nos dizer sobre as palavras em destaque. Sabemos que o pecado é o que nos separa de Deus. Quem anda em pecado não pode agradar ao Senhor que o salvou. O pecado está bem definido, cremos, em toda a Bíblia Sagrada. Sabemos que pecado é errar o alvo que Deus traçou para a nossa vida, é transgressão da lei de Deus, é iniquidade, é praticar coisas que são abomináveis aos olhos divinos. Mas, e quanto ao embaraço, ou peso? Na NVI, antecipando a expressão tudo o que nos atrapalha encontra-se o termo livremo-nos e na NTLH antecipando encontra-se a construção deixemos de lado. Na Almeida Séc. 21, antecipando tudo o que nos impede de prosseguir encontramos a palavra eliminar.
Isto posto, entendamos o seguinte: Embaraço ou peso na vida do discípulo é tudo o que o atrapalha ou o impede de prosseguir e deve ser deixado ou eliminado, assim como o pecado.
O embaraço ou peso, não é necessariamente um pecado que estejamos cometendo. Não significa que estejamos a transgredir a lei de Deus, ou a cometer algo abominável aos Seus olhos. Mas sim, algo que pode enredá-lo e deixar a sua carreira espiritual atrasada. Pode paralisá-lo em sua corrida rumo ao alvo Fp 3.13,14. Nesta passagem Paulo diz: …esquecendo-me das coisas que atrás ficam.” Estas “coisas” são exatamente os pesos, os embaraços e o pecado. O crente se envolve com aspectos desta vida que são um estorvo para sua caminhada com Cristo. Pode ser um envolvimento em demasia com sua família, ou profissão, ou estudos, ou seu hobby favorito. Até mesmo pode ser seu envolvimento ministerial, suas funções na Igreja, por paradoxal que seja isto, pode muito bem também constituir-se em embaraços para sua carreira cristã.
Devemos lembrar que, se somos discípulos ou seguidores de Jesus Cristo, devemos cuidar com nossa vida para que tudo o que façamos seja para a glória de Deus (1 Co 10.31). A advertência amorosa de Deus em Hebreus é para que sejamos prudentes, vigilantes e, sem desanimar, corramos com perseverança a carreira que nos está proposta. É uma carreira árdua, mas é uma carreira gloriosa a do servo de Deus. O que Deus deseja é que estejamos como o soldado bem aprontado e sempre disposto a agradá-lo (2Tm 2.4).
Querido discípulo, faça estas considerações agora, quando estamos prestes a encerrar mais um ano. O Senhor te ajude para que você deixe todos os embaraços e o pecado em sua vida e inicie 2010 na perspectiva de uma carreira bem corrida segundo a vontade de Deus.
Que Deus abençoe você.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

VERDADE

O que é a verdade? Quantas vezes já acreditamos em coisas que mais tarde descobrimos serem bem diferentes daquilo que pensávamos? Quantas vezes a "ciência" nos provou por meio de estudos e experimentos "científicos" que certas coisas seriam improváveis e até impossíveis de acontecer e errou?
     Não é preciso se esforçar muito para lembrar de fatos como o ocorrido na década de 30, no qual um notável físico da época provou por meio de cálculos físicos e matemáticos que era impossível existir televisor a cores, ou de um artigo publicado na revista "The WestingHouse Engineer" no final da década de 50 onde utilizando-se de todo o conhecimento adquirido até a época e com base em cálculos físicos e matemáticos, foi provado que um computador jamais superaria a impressionante marca de 1MHz de velocidade de processamento.
     Na bíblia vemos que Deus operou prodígios e maravilhas. Fez o impossível aos olhos humanos acontecer. Lembramos que Deus venceu batalhas, multiplicou a farina e o azeite da viúva de Sarepta. Elias orou e pediu para que não chovesse e ficaram três anos e seis meses sem chover. Josué orou e o sol se deteve, e a lua parou.         Só pela fé é que acreditamos que aconteceu. Mas         a ciência já descobriu que está faltando um dia. Cientistas da NASA, descobriram que falta um dia no calendário universal confirmando que o que aconteceu no passado é verdade.
     Na busca intelectual de fatos e verdades, devemos acreditar que só encontraremos a verdade se cremos que ela existe.
     Devemos ter ciência que a Verdade está mais próxima do que imaginamos e não é difícil alcançá-lá. Nenhuma pessoa pode dizer que é dona da verdade mas pode dizer que  a verdade é seu alvo.
    Na verdade, só podemos crer de verdade na verdade que está acima de toda verdade....Jesus é a verdade e também é vida. Quem crer nisso será salvo. Quem não crer já está condenado.


Rodirlei Vasconcelos

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

ANÁLISE PESSOAL

Como está minha vida espiritual? Estou conseguindo agradar mais a carne ou meu espírito?
Estou orando?
Estou lendo a Bíblia?
Estou sentindo vontade de ir à igreja ou estou indo por ir?
Quando estou na igreja, penso em que?
Estou me entregando por completo para Deus?
O que tenho feito para alimentar meu espírito?
O que tenho feito com meu testemunho?
Esteou testemunhando de Jesus ou de mim mesmo?
Estou amando a Deus ou o mundo?
Tenho me preocupado com os perdidos?
Tenho pregado o evangelho?
Tenho alguma coisa para Deus em vez de reclamar da vida, de tudo e de todos?
Como vai meu coração?
Como vai minha alma?
Será que todo meu ser pertence a Jesus ou falta alguma coisa?

“Se, com tua boca, confessares Jesus com Senhor e, em teu coração, creres que Deus O ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para a justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação. Porquanto a Escritura diz: Todo aquele que Nele crê não será confundido.” Romanos 10:9-11

                                                 
                                                                                Rodirlei Vasconcelos

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

#228 Em cima do muro

Leitura: João 12:42-43
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=cLGuo-zFfCo

Qualquer que seja a razão de irmos ou não a Jesus, ela será egoísta. Vamos a ele por estarmos doentes, necessitados ou perdidos, e o evitamos por medo de perder família, amigos ou posição na sociedade. É o caso deste capítulo 12, que diz que "muitos dos principais creram nele, mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem expulsos da sinagoga. Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus". Hoje diríamos que ficaram em cima do muro.

Em sua salvação não há nada de que você possa se gloriar. Ela vem de Deus, não de você. "Não vem das obras, para que ninguém se glorie; porque somos feitura sua [de Deus], criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas". Isso não agrada o ser humano, que adora ser bajulado pelos seus feitos. Para não perderem as regalias que têm em sua religião, alguns judeus aqui creem em Jesus, porém não o confessam como Senhor e Salvador.

Todavia, a Palavra de Deus é bem clara ao afirmar, na carta aos Romanos, que "se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação" Rm 10:9-11.

Este capítulo fala dos que não confessavam publicamente sua fé em Jesus por medo de perderem sua posição no arraial da sociedade e religião. Você acha que isso mudou com a Igreja? Os cristãos são feitos da mesma carne que eles, portanto era de se esperar que dessem um jeitinho para que a fé do coração e a confissão da boca pudessem ser exercitadas, sem, contudo, perderem o gostinho da bajulação humana.

Por isso você encontra hoje muitos grupos de cristãos que criaram seus próprios meios de garantir um recheio para o ego. Primeiro, os dons como evangelista, pastor e mestre - que não são a mesma coisa que talentos como a habilidade de cantar, falar ou escrever - viraram títulos honoríficos como os que usamos para autoridades civis e militares.

Depois foram criados cargos eclesiásticos como diretor disso e presidente daquilo. Até mesmo títulos como "Reverendo", que a Bíblia só usa para Deus, passaram a ser usados por homens comuns e foram criados cursos de teologia que concedem títulos honrosos como "Doutor em Divindade". O ego adora essas coisas.

Não se engane: Jesus não teve qualquer honraria no arraial do judaísmo. Ele só experimentou desonra, vergonha e desprezo. Hoje existe igualmente uma espécie de "arraial da cristandade", e a admoestação de Hebreus 13 vale para nós também: "Saiamos até ele [Jesus], fora do arraial, suportando a desonra que ele suportou".

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

O mundo

Vivemos em um mundo aonde o materialismo vem em primeiro lugar. Nós, como cristãos, temos que atentar para o lado espiritual das pessoas, pois este está em conflito. Pessoas... vidas são humilhadas e desvalorizadas por muito pouco. O mundo exige dos jovens um modelo que muitas vezes não conseguem atingir. Temos que agir, cumprir o que Jesus nos ensinou no evangelho de Marcos 16:15 “Ide por todo o mundo e pregai o evangélio...” .  As pessoas estão carentes, precisando ouvir algo que alimente seu espírito e ao mesmo tempo traga refrigério em sua alma e que faça seu corpo, alma e espírito entrar em harmonia para vencer este mundo.
            No meio destas pessoas carentes estão também cristãos que já conhecem Jesus e Seu plano de salvação mas parece estar com sua fé abalada não se entregando por completo a Deus, deixando assim, a dúvida tomar conta de si. Somos amados de Jesus. Ele é completo... pode todas as coisas... sabe todas as coisas... . Por isso se algum dia você entregou sua vida para Jesus e aceitou-O como seu único e suficiente salvador, descansa... você só tem que manter relacionamento íntimo com Ele. E neste relacionamento, a confiança que gera a fé é indispensável.
            Então por que deixar a dúvida atrapalhar o seu relacionamento com Jesus? Em vez disso, temos que nos apegar por completo na obra Dele e aceitar o que Ele tem para nos dar não se esquecendo que toda porta que Deus abre é porque Ele sabe que somos capazes de vencer.
            Vamos aproveitar as misericórdias e o amor de Deus e retribuir com nosso amor e compromisso com a obra.




VASCONCELOS, Rodirlei, 2009

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Colocando tudo na presença de Deus

Muitas vezes nos pegamos dedicando tanta atenção a determinado assunto, projeto, sonho e esforçamos em poder fazer o mais rápido possível para ficarmos realizados com satisfação em ter conseguido tal projeto.
Colocamos tanta atenção nisto e nos esquecemos de Deus. É Deus que nos fortalece. Quando tentamos realizarmos nossos sonhos sem a presença de Deus não conseguimos concluir. Podemos até começar tal coisa, mas não conseguimos terminar porque nos esquecemos de consagrá-lo á Deus.
Quando colocamos tudo na presença de Deus é diferente. Deus nos permite que começamos e nos ajuda durante todo o projeto permitindo assim, não só a conclusão do mesmo, mas também a perfeição e a certeza de que o que foi feito está firmado no Senhor e nunca nos será tirado. Às vezes gastamos tanto as nossas forças num determinado assunto e vamos gastando, sem Deus, sem Jesus e ficamos fracos sem força alguma e nem fôlego. Aí é que Deus age em nossas vidas. Nos dá força sem igual. Acaba nossas energias para dependermos somente da força de Deus.
            Não podemos esquecer, sem Deus não conseguimos realizar nenhum projeto. Com Deus, não só conseguimos realizar, mas também alcançamos a perfeição e a satisfação de termos realizado algo na presença do nosso Deus. A nossa força vem do Senhor.

“Tudo posso naquele que me fortalece...” Filipenses 4:13

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

VERDADE QUE LIBERTA

João 8:31-38


            Temos visto hoje em dia muitas pessoas que dizem ser livres para ir e vir, não são escravas de nada, podem fazer o que quiser na hora que bem entender. Tem pessoas que fazem isso mesmo, não se preocupam se vão prejudicar alguém com suas atitudes e vão cometendo atos às vezes difíceis de aturar.
            Estas pessoas são adolescentes que se esquecem que são filhos e acabam magoando seus pais. São maridos que magoam suas esposas esquecendo-se do compromisso de amar, cuidar, participar, ser amigo até que a morte os separe. São servos de Deus que acabam, por muito pouco, desviando dos caminhos do Senhor.
            As pessoas fazem isso por não conhecerem verdadeiramente o Deus que liberta de todo mal que nos impede de adorá-LO. Deus mandou Jesus para nos salvar porque nos ama tanto que acaba nos deixando constrangidos. Mas que salvação é esta? È a pura demonstração de amor e grandeza de Deus. Jesus suportou sobre si todos os nossos pecados. Morreu para nos dar vida, suportou a nossa cruz e ainda nos fez reconciliar com Deus.
            Nessa reconciliação é que a verdade começa a nos libertar do mal que adquirimos de uma vida pecaminosa, Jesus nos salva porquê nos dá a oportunidade para enxergar, através do Espírito Santo, nosso pecado e pedir perdão em seu Nome. Aí temos, depois da cruz, duas opções: continuar a vida pecaminosa sem Jesus ou viver uma vida com Jesus e deixar o Espírito Santo habitar em nós.
            No mundo de hoje vemos muitas pessoas com dificuldades de aceitar por completo à Jesus por achar que vai ficar presa ao evangelho, deixando as coisas boas de lado. Como cristão sabemos que quando aceitamos Jesus como nosso único Salvador, deixamos de ser escravos das coisas do mundo, do pecado, das ilusões e acabamos sendo livres.
“... Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado...”
“... e conhecereis a verdade, e verdade vos libertará...” (João 8:34 / 8:32)
            Então as pessoas do mundo acham que Jesus é prisão. Mas a verdade é que Jesus é libertação. Ele nos liberta do jugo do pecado, das dificuldades, do mal e tudo novo faz em nossas vidas.
            A verdade que liberta é a palavra que está na Bíblia que nos ensina todos os dias.

“ Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para repreensão, para a correção, para a educação na justiça.” (II Timóteo 3:16)



VASCONCELOS, Rodirlei, 2009.