Loading...

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A Lei e a Graça



 O Senhor Jesus Cristo veio, completou a Lei e,
conquistou para aquele que cre, a graça da salvação!
Jesus avançou mais um passo, dizendo:

“Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas;
não vim para revogar, vim para cumprir” (Mt 5.17).

------------------------------------------------------------------------

A Lei e a Graça

É da maior importância compreender o verdadeiro caráter e o objeto da lei moral, como nos é apresentada neste capítulo [Êx 20]. Existe uma tendência do homem para confundir os princípios da lei com graça, de sorte que nem a lei nem a graça podem ser perfeitamente compreendidas.

A lei é despojada da sua austera e inflexível majestade, e a graça é privada de todos os seus atrativos divinos. As santas exigências de Deus ficam sem resposta, e as profundas e múltiplas necessidades do pecador permanecem insolúveis pelo sistema anômalo criado por aqueles que tentam confundir a lei com a graça.

Com efeito, nunca podem confundir-se, visto que são tão distintas quanto o podem ser duas coisas. A lei mostra-nos o que o homem deveria ser; enquanto que a graça demonstra o que Deus é. Como poderão, pois, ser unidas num mesmo sistema? Como poderia o pecador ser salvo por meio de um sistema formado em parte pela lei e em parte pela graça? Impossível: ele tem de ser salvo por uma ou por outra.

fonte: C.H. Mackintosh em seu livro “Estudos Sobre o Livro de Êxodo” pág.203

Nenhum comentário: