Loading...

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Missão, um grito que não quer calar


No dizer de John Stott, “missão” significa” atividade divina que emerge da própria natureza de Deus”.
O objetivo principal da Igreja na face da terra é fazer missões, isto é, ir ao encontro dos que gritam por socorro. São pessoas vivendo no mundo da bebedice, das drogas, do crime, do roubo, da violência e de tantos outros atentados à dignidade humana. São pessoas caracterizadas pela desorientação sem saber como sair das mais difíceis situações em que entraram, homens e mulheres com suas posses, e até riquezas, muitos vivem até “uma boa vida” materialmente falando, porém, em meio a lares dilacerados, enfrentando divisões, depressões e crises nas famílias, pois o dinheiro não tem resolvido seus dilemas. É uma geração clamando por socorro.
Para tanto é preciso lembrar que Cristo é a resposta e a solução para todo aquele que se achegar a Ele. Só Jesus tem salvação eterna. Essa maravilhosa salvação faz de cada um o que cada um deve ser, tira todo o medo e desânimo e dá poder para vencermos todos os males e dilemas da vida humana.
Recomendo Jesus a todos os que não o conhecem. Pois só Jesus livra todos os que estão escravizados pelo pecado. Ele pode satisfazer o faminto coração. Reconheço que eu nada tinha quando Cristo me achou, porém, agora tenho paz, alegria e uma família abençoada, pois todos servimos ao Senhor com satisfação.
Nunca esqueça: Missão é o ato de Deus em alcançar o homem perdido. Autor desconhecido.
Pastor Roberto Ronato Ohlweiler, vice-residente da IEAD Criciúma.

Nenhum comentário: